► SE INSCREVA! É DE GRAÇA! ◄

**Todas minhas redes sociais você encontra buscando por @DuduPurcena
—————————————————————————————————-
Quer sugestões de vídeos pra conhecer melhor o canal? Lá vai:
Conheça um pouco de mim, no meu Draw My Life:

Falo sobre histórias de sertanejos, como em “Trio Parada Dura | História”:

Comento minhas impressões sobre álbuns sertanejos
como em “Uma a Uma – O cantor do Sertão (Victor e Leo)”:

PARECE?
“LÊ LÊ LÊ, PURPOSE, CIUMENTO EU, etc. #16”:

Paródias Sertanejas:
“DOU A VIDA POR UM DNA | Paródia (Dou a vida por um beijo)”:

“EVOLUÇÃO DE VOZ – ZEZÉ DI CAMARGO”:

Comparo uma música gravada por artistas diferentes, como em:
“MELHOR COM QUEM? – PASSOU DA CONTA”:

Todo DOMINGO tem vídeo com resumo de notícias sertanejas, no quadro “DPNews”. Assista o mais recente:

E claro, sempre trazendo meu ponto de vista sobre assuntos gerais no Sertanejo. Fique sempre ligado no canal, com sininho ativo e fique à vontade para participar e opinar.

Um beijo no seu coração ♥
——————————————————————————————————–
Dudu Purcena é um youtuber sertanejo que comenta atualidades do ritmo e resgata valores dessa música rica, cultural e cativante no país inteiro.
É um cantor e compositor que desistiu dos palcos pra contribuir positivamente ao Sertanejo de uma forma ainda não existente no momento que se iniciou no Youtube.
Resolveu falar sobre o meio que viveu e conviveu de forma simples e com propriedade, pra que o público tenha conhecimento de conhecimentos que não chega ao consumidor final de música sertaneja.


Veja o vídeo no Youtube Clique Aqui

26 COMENTÁRIOS

  1. Dudu! Você já ouviu o novo trabalho de Lola é vitória? Se ainda não ouviu, ouça com carinho, sobretudo as inéditas. Fiquei muito feliz que elas voltaram. Há potencial pra crescer muito porque elas têm talento demais!

    Obs.: não consigo parar de ouvir “Falando grego”

    Parabéns pelo canal. Você é foda!

  2. Isso de sertanejo "Universitário" acho que foi apenas um rótulo, pois os próprios Cesar Menotti e Fabiano e Jorge e Mateus estouraram gravando musicas de gravações antigas de Zeze di Carmargo e Luciano e João Paulo e Daniel, acho que foi o tipo de música certo, gravada da maneira certa e ouvida pelos empresários certos, o que os dois e posteriormente outros com estilo "barzinho e um violão" fizeram, já era feito à anos pelo Eduardo Costa por exemplo, acho que o primeiro CD Acustico do Bruno e Marrone também se enquadra nesse formato e não estouraram de forma tão meteórica – apesar do incontestável sucesso do Bruno e Marrone com esse CD.
    Eu discodo de você quando você diz que Victor e Léo faziam um tipo de música diferente, pois não vejo uma diferença de estilo ( falando como leigo) ou de "pegada" de músicas como "Fada", "Cuidador do Fogo", "Borboletas" – Músicas com letras romanticas, um ritmo alegre, pra cima, coisa bem próxima dos jovens- do que era feito por Jorge e Mateus por exemplo, tinham diferenças da forma de cada um cantar ou até do tipo de música, falando como composição, arranjos, gravação – como nos anos 90 era fácil identificar uma música do Rick e Renner pelo estilo, ou do Gian e Giovani. Ficou meio contraditório o que eu disse sobre "tipo de música" mas acho que você vai me entender.

  3. Concordo quando diz que esse "sertanejo" de hoje não pode ser considerado aquele sertanejo universitário de antes, pois aquelas músicas de 2006 até 2009 mais ou menos, ainda continham boas letras e melodias, diferentes da grande maioria das músicas de hoje.

  4. Dudu vc é muito top amo o seus vídeos…curto todos mais vc está me devendo o uma a uma do primeiro DVD Fernando e Sorocaba em Londrina PR quando tinha o primeira voz Fernando Santiago
    Abraços Dudu valeu BROIDI

  5. Na minha humilde opinião, de um Paulista, o sertanejo universitário vem da influência do antigo vanerão do sul, a batida é igual, pega o grupo tradição, quando o Michel Teló era cantor, eles tiveram um sucesso "barquinho", q tocou nos interiores do sul até mato grosso, pesquise aí, vem um pouco antes desses outros cantores aí sitados

  6. Dudu, boa noite. Bacana demais seus vídeos.

    Em relação a necessidade de rotular o sertanejo atual, se não é fácil achar uma expressão, é porque é muito heterogêneo e/ou não existe necessidade de fazê-lo. Não há uma "subdivisão" do gênero despontando.

    Agora, está tudo sob muita influência do pop, como você disse. Com parcelas de bachata, guarania…. É cíclico! Como sempre foi em todos os gêneros, inclusive no nosso tão querido e amado, sertanejo raiz.

    E, pra ser sincero, como amante do sertanejo raiz que sou, acho bacana essa diversidade. Afinal, as músicas nos conectam as nossas origens e sentimentos e, não é todo mundo que tem um pezinho na roça hoje em dia. Rs…
    Conheço várias pessoas que chegaram à raiz, iniciando pelo contemporâneo.

    Enfim, não conheço quase nada. Mas amo tudo, de Liu e Léu à Jorge e Mateus. E, pra encerrar, Edson e Hudson. Edson é meu favorito.

    Forte abraço! seu canal é top!

  7. Pra mim não existe sertanejo universitário,isso ficou velho,Gustavo Lima não é sertanejo universsitario,ze neto é Cristiano e Marília Mendonça também não,Mano o patamar desse ano se for comparar com 2017,esse ano tá perfeito

  8. sertanejo universitário começou com césar menotti e fabiano eles regravaram sucessos de zezé & luciano, leandro & leonardo Ch & X, etc. com um ritmo, digamos mais jovial, nessa gravação a maioria do público era de universitários aí começaram a denominar o estilo deles de sertanejo universitário aí dps veio joão bosco e vinícius e joão neto e frederico. Lembro muito bem que antes disso os jovens e adolescentes tinham vergonha de dizer q gostavam de sertanejo, quem gostava de sertanejo era cafona e antiquado depois disso tudo mudou, hoje em dia se um jovem disser q não gosta de sertanejo ele é um peixe fora d'água.

Deixe uma resposta para Draykson Gomes Cancel reply

Please enter your comment!
Please enter your name here